Coroa Casada e Carente

Vou conta à vocês um fato que aconteceu recentemente comigo.
Sou um moreno claro de 38 anos, casado, 1,80… com 22 cm de um pau incrível!
Era um sábado… Estava tranquilamente fazendo compras em um supermercado do meu bairro quando me deparei com uma mulher madura, loira, pele bronzeada e incrivelmente cheirosa, logo despertou minha atenção e minha vontade de chupá-la inteirinha… adoro um belo sexo oral, acredito que as mulheres merecem ser bem chupadas…
Trocamos alguns olhares e para minha surpresa seu marido chegou, um banho de água fria, mas que não me fez desistir.
Onde eles iam, acompanhava com meu carrinho esperando o momento que ela ficasse sozinha novamente.


Enquanto isso ela me olhava, percebeu a minha intenção e me provocava, ela vestia um jeans justo e uma blusa que realçava seus seios, no pé uma sandália de salto fino que me deixou maluco… sou louco por pés, amo mulheres de salto alto.
Para minha alegria o marido foi para a fila dos frios e ela seguiu para o lado oposto para as geladeiras de iogurtes.
segui e parti para o tudo ou nada:
“Oi, me dá seu celular rápido antes que ele volte”
“Abusado, louco, eu reparei vc me olhando”
“Vc me deixou maluco, além de seu cheiro ser delicioso, você é deslumbrante, me passa logo seu número”
“Anota, somente em horário comercial durante a semana”
Anotei rapidamente, segurei ela pelo cabelo, dei um beijo na sua boca e apertei seu bumbum e falei:
“Safada, vou comer vc toda, bem gostoso”
“Vamos ver, estou carente, ele não me procura”
Me afastei e logo após o maridão chegou!
Fiquei o restante do final de semana completamente alucinado esperando segunda-feira chegar!
Me masturbei gostoso imaginando ela somente com aquela sandália… gozei gostoso!
Na segunda-feira esperei dar 10hs e mandei uma mensagem:
“Oi Maravilhosa, tudo bom? Quero você todinha! Estava ansioso.”
“Bom dia! Ainda bem que me chamou, estava esperando, me fale de você”
Ficamos horas, dias conversando, conhecendo um pouco mais um do outro.
Trocamos fotos, áudios e tudo que vcs imaginam.
Esbarramos em dois problemas, primeiro ela não tinha coragem de sair e trair o marido e o segundo seu carro e seu celular tinham rastreadores, maridão cheio da grana controlando a mulher alegando segurança!
Fiquei extremamente decepcionado, mas decidi que iria comer aquela mulher de qualquer jeito!
A situação dela só piorava, ela ficava muito excitada com nossas conversas, me mandava vídeos gozando que nem uma maluca e o maridão sem comparecer…
Com a impossibilidade de nos vermos e a falta de coragem da parte dela comecei a me afastar, demorava para responder, às vezes nem respondia…
Foi quando ela me cobrou:
“Você não liga mais para mim, não me responde mais, está distante. Oque foi?”
“Vou te falar a verdade, não quero sexo virtual, quero real… vc só me enrola…”
Foi quando recebi a mensagem mais animadora dos últimos tempos:
“Vc teria coragem de me comer na minha casa? Enquanto ele trabalha? Moro numa casa, rua tranquila, podemos organizar sem risco, toda quarta-feira fico sozinha sem empregada”
“Claro que sim, só se for na sua cama”
E finalmente marcamos para as 13hs na quarta-feira seguinte!
Aquele medo, aquele frio na barriga, só não eram maiores que o meu tesão!
Chegou o grande dia, logo cedo ela me mandou uma mensagem:
“Bronzeamento Ok, Depilação Ok, escolhe a cor da sandália e da lingerie, vou no shopping agora comprar tudo novinho para te esperar”
“Quero tudo preto, sandália salto fino bem alto, e a menor calcinha!”
“Ok meu gostoso, hoje eu tiro meu atraso, se prepare, 10 meses sem sexo, só imagina como estou”
“Se quiser vc terá sempre o melhor sexo da sua vida”
Fiquei de pau duro e ao mesmo tempo perplexo… como uma mulher daquela não era comida pelo marido? Algo inexplicável… mas, para mim excelente, pois isso me abriu a possibilidade de tê-la…
Agilizei minhas coisas e sai do trabalho as 12:30…
Trabalho perto da minha casa e a casa dela era bem perto da minha, tudo perfeito!
Ela me mandou uma mensagem com as explicações, por onde deveria entrar, onde estacionar, tudo meticulosamente planejado!

Segui todas suas instruções e quando entrei na sala de sua casa ela me esperava maravilhosamente deslumbrante!
Usava um vestido preto colado no corpo e uma sandália que me deixou com tesão na hora!
Na TV de sua casa a imagem da localização do marido, podíamos monitorar o cara em tempo real!
Ela estava linda, cheirosa, sensual, dei um longo beijo em sua boca, apertei sua bunda e puxei forte seu cabelo.
Ela se contorceu e disse:
“Eu preciso de um macho de verdade, a partir de hoje, você faz oque quiser comigo, serei sua, ele não toca mais em mim, você vem na minha casa quando quiser, estarei sempre linda e cheirosa te esperando, serei sua putinha, sua cadelinha”
Parecia um sonho!
Virei ela de costas e comecei a abaixar o seu zíper, tirei o vestido, ela não usava sutiã, usava uma calcinha preta minúscula, cinta liga e sandália…
Uma coroa de 48 anos gostosíssima, corpo muito melhor que muita menina de 20 anos.
Beijei sua boca por mais tempo, chupei seus peitos com vontade, lambia os bicos, lambia a barriga, virei ela de costas, beijei sua nuca, suas costas, encoxei ela gostoso… ela rebolava e gemia baixinho…
Conduzi ela até o sofá e coloquei ela de 4, dei um tapa forte na sua bunda e falei:
“Vou deixar você marcada, vc se vira com o maridão, gosto de marcar oque é meu”
“Marca todo meu corpo, aquele corno nem pelada me vê, já disse, sou sua, marca oque é seu!”
Foi o sinal verde para encher a bunda, a cara de tapas, tapas gostosos e excitantes!
Ela estava de 4, no sofá, bundona empinada, passei mão em seu bumbum, apertei forte e falei:
“Empina direito, quero a melhor empinada da sua vida!”

Ela se inclinou e jogou a bunda lá para cima…
Mordi sua bunda, quando olhei para sua buceta, seu melado escorria pela calcinha, nunca vi uma quantidade tão grande, a buceta babava!
Puxei sua calcinha de lado e comecei a lamber seu cúzinho, lambi, enfiei a língua naquele cúzinho gostoso enquanto ela rebolava na minha língua, desci para sua buceta e comecei a chupar ela forte, lambendo gostoso aquele mel que deixava minha boca encharcada.
Ela deu um suspiro alto e gritou:
“Vou gozar enfia o dedo no meu cú”
Enfiei o dedo e continuei chupando…
Ela se entregou e gemeu forte falando:
“Ai que tesão, vou gozar, isso, ahhhhh gozei, continua, estou gozando a língua do meu macho, que delicia, PQP”
Ela caiu no sofá, com a respiração ofegante, elogiando o sexo oral que havia recebido.
Continuamos a se beijar e ela se levantou para pegar água.
Voltou e continuamos a se beijar…
Ela desabotoou minha camisa e começou lamber meu peito dando leves mordidas.
Tirei minha roupa e fiquei somente de cueca…
Ela se ajoelhou, começou abaixar minha cueca e meu pau pulou para fora completamente duro…
Ela se espantou:
“Nossa, é muito grande, quase o dobro do meu marido, quero sentar nele”
E começou a chupar com maestria, mulheres maduras, ahhhh as mulheres maduras, como sabem fazer as coisas, com perfeição, sem frescura!
Ela chupava, lambia a cabeça, lambia meu saco e me chupava de um jeito incrível, dava para notar que ela estava sem mamar fazia muito tempo.
Ela se levantou e disse:
“Espera um pouco, vou ligar para o corninho, quero meter na minha cama e quero garantir que ele está na empresa…
Alô, amor? Tudo bem por aí? Vc vai demorar? Queria que saber oque preparo para o jantar?”
Eles desligaram rapidamente pois ele estava em reunião… foi a senha para irmos para seu quarto.
Chegando lá ela me deitou na cama e continuou a me chupar, lambeu e beijou cada parte do meu corpo.
Coloquei ela deitada e mandei abrir as pernas e comecei a chupá-la novamente…
Ela abriu as pernas e começou a gemer alto, enfiei um dedo em seu cúzinho e continuei chupando sua buceta com ela rebolando no minha língua, que mulher gostosa, cheirosa, seu gosto era delicioso!
Ela pediu:
“Me come, por favor, me come meu macho, preciso da sua rola”
Fui subindo, lambendo sua barriga, chupando seus peitos e comecei a beijá-la…
Posicionei meu pau em sua bucetinha e comecei a penetra-lá… apertadinha, maravilhosa…
Ela falou:
“PQP que rola grande, é grossa, vc vai me rasgar, que delicia, isso que é rola de verdade, mete tudo”
E comecei a meter gostoso, beijando sua boca, estávamos trepando mas ao mesmo tempo fazendo um amor gostoso…
Não demorou muito ela começou a gozar, pressionando forte suas pernas nas minhas costas e arranhando com força minhas costas.
Coloquei ela de 4 e comecei a bombar, metendo fundo naquela bucetinha gostosa…
Eu batia na bunda dela e ela pedia mais:
“Bate mais, bate mais forte, enche de tapa sua mulher”
Aquilo me excitava ainda mais e falei…
“Quero gozar na sua bucetinha, posso?”
Ela respondeu:
“Vc não precisa pedir, ela é sua, vc faz oque quiser”
E foi nesse momento que soltei um jato de porra dentro da buceta dela…
Gemendo alto e forte.
Foi uma gozada incrível, intensa…
Fiquei aproximadamente 1:30 em sua casa, ela vestiu a calcinha e uma roupa e disse:
“Sua porra vai ficar aqui em mim, quero dormir do lado do corno com a buceta cheia de porra do meu verdadeiro macho”
Uma safada, esposa mal comida gera sentimento de vingança, de ódio, pode constatar isso.
Comecei a me vestir e ela disse:
“Quarta que vem você vem de novo?”
Falei:
“Só se vc me der seu cuzinho”
Ela disse:
“Então pode vir, vou tentar… com esse tamanho de pau vai ser difícil mas eu estou louca de vontade de dar ele para vc”
Fiquei louco de vontade e queria comer naquela hora, mas ela não deixou, mas na quarta seguinte comi gostoso o cúzinho dela, ao ponto dela ficar viciada e querer todas vez dar ele para mim!
Essa parte contarei no próximo conto, garanto a vocês que foi incrível…
Fazem 6 meses que passo lá quase todas as quartas-feiras na hora do almoço para comer minha coroa maravilhosa…
Ela é apaixonada por mim, faz tudo que eu mando, ganhei na mega sena!
Vc, coroa, casada que tenha interesse em me conhecer… me escreva… quem sabe posso fazer uma visita gostosa na sua casa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *